* notas:
- O FARANI CINCO TRÊS surgiu através da oficina orientada pelo poeta Chacal, na Biblioteca de Botafogo. Parceria da SMC RJ. Iniciada em Abril de 2011.
- O Farani Cinco Tres participa do projeto FORA DE ÁREA, em parceria com a rede NORTE COMUM, e realização do SESC Rio! As oficinas de jogos poéticos do FORA DE ÁREA acontecem todas as quintas feiras, às 18h30. Na biblioteca do SESC TIJUCA. É de graça, é só chegar. Recomeça em abril de 2013. É só chegar!
- O próximo CEP20000 será na última semana do mês. No Espaço Sérgio Porto [Rua Humaitá, 163 / fundos – 2535 3846]. Sob a coordenação do poeta Chacal, poesia, música, cinema e muito mais. Só vendo, indo, vivendo. O FARANI CINCO TRES também está por lá!

- FARANIS livros!
#JOSE HENRIQUE CALAZANS relançou seu livro, em versão ampliada - com poemas novos: QUEM VAI LER ESSA MERDA? no Sarará, o sarau, que acontece no Spa Cultural PAz, no Catete, dia 12 de outubro - das crianças!
#ALICE SOUTO lançou seu fanzine POESIA AUTO-SUSTENTÁVEL, em versão bilingue, na FLIP2012 em Paraty.
#
FELIZPE FRUTOSE lançou seu FRUTA AFRODISIACA (amostra grátis) no dia 23 de março de 2012! lançamento virtual já com mais de 500 visualizações! PARABÉNS, FELIZPE! Para ler, CLIQue aQui!
#SILVIA CASTRO lançou o seu PRIMEIRO, em dezembro de 2011, também online. Quer ler? CliQue AQui!
#CESAR GOMES
lançou também o seu Livro 22, em novembro de 2011, que pode ser lido AQui!
#ANA SCHLIMOVICH também lançou o seu ANAFENIX, em dezembro de 2011! poemas e fotos de las anas: AqUi!


segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Ser ou Nao Ser?

Nao ha como nao SER
Faz calor
É minha alma anda solta a aprender outras línguas
As palabras se esvaziam de sentidos
Mas os gestos nao
Sinalizam
Entao o exercicio que faco é de compor sentidos lendo olhos e corpos
Assim eu também
Faco um exercico diario
Ultrapasssar as palabras para me comunicar
E nesse ritual, encontro-me
Permito que minha alma aprisionada
Se liberte e fale
É essa a que conversa
A que conta histórias
A que encanta
Sinto que reconheco essa alma de outros tempos
E descubro
Estarrecida
Que como numa história, um feitico terrível caíra sobre ela
Sim
Essa alma, a que se liberta
Esteve aprisionada a todas as suas dores
A todos os dissabores
Porque aprendera a SER como se quiseram que Fosse
E assim esvaziava seus días a vive a sequencia das horas
O desencantamento comecou
E enquanto se desencanta, mais forte e bela fica
Foi preciso que essa alma retornasse
Lendo o outro para comecara a ler a si
E ver que nao é tao terrivel
Ser tao doce
E amar tanto
E ser tao sensivel…
Esta alma agora anda assustada com tantas revelacoes
Mas se faz forte porque
Encontrara seu destino
O destino de buscar, encontrar para partir e buscar de novo…
O destino de SER
Faz Calor…
Nao há como nao SER




Um comentário:

BrIncAPalavrA disse...

Lindo, linda, Laura!